Giannini GIB WG5 Act

Desde que fiz a minha primeira guitarra, o que na verdade seria um protótipo da futura Mojohands Custom Guitars. Percebi que o tipo de acabamento escolhido pra essa “primeira” terminaria virando uma espécie de marca registrada. Fiquei totalmente satisfeito e quis fazer esse acabamento outra vezes em instrumentos meus e de clientes, e não deu outra, choveu pedidos na página e por email, e apesar de não postar aqui, foi o tipo acabamento que mais fiz.

dscf4116

 

Recentemente apareceu um Bass aqui para reforma que vale muito a pena compartilhar aqui com vocês. Se trata de um Giannini GIB WG5 Act, cópia do Warwick Rockbass. uma das primeiras linhas feitas logo quando deixou de ser fabricado no Brasil e passou a ser fabricado na china e com madeiras boas.


Essa foi uma foto que o dono enviou, já que eu havia esquecido de fotografar antes.

No catálogo do site consta a data de 2001/2002  e as seguintes configurações:

Corpo :Ash
Braço :Maple
Escala :Rosewood
Marcação : White Dot
Trastes: 24 Jumbo
Ponte: Fixa
Captadores: 1 Humbucking
Controles:  1 Vol, 1 Tone, 1 Pan ( Push Pull )
Tarraxas: Blindadas
Ferragens douradas
O mais bacana de tudo é que na foto não aparece os detalhes da pintura translúcida. Mas assim que eu o peguei já tinha na cabeça ideia do que queria fazer, e o dono do baixo me deu a liberdade de escolher o acabamento.
Dessa vez estava tão animado com essa pintura que fiz até um video com alguns pequenos takes de todo o processo. Muita lixa, muita poeira, muita sujeira, verniz e muita diversão e carinho também.

Segue abaixo algumas fotos do instrumento pronto :

dscf7669

O mais legal de tudo é que o corpo é todo inteiriço em Ash com um destalhes lindos por todo o corpo que só vendo pessoalmente pra sacar. Alguns desses detalhes aparecem no bem vídeo.

 

dscf7668
E se você quer um acabamento desse tipo e dessa qualidade não pense duas vezes,  fale conosco por e-mail e passamos um orçamento para qualquer tipo de serviço.

Pintura guitarra Jaguar

Olá galera, como sempre com um tempo muito corrido mas consigo separar um tempvinho para me dedicar também a isso aqui. A correria está tão grande que estive pensando em contratar alguém pra me dar uma ajuda, quem sabe.
Hoje ao som de Módulo 1000, banda dos anos 70 aqui do brasa,  progressivo total com muita psicodelia, coisa fina! E assim começamos o post.
A guita da vez é uma jaguar que o Jonas Nobre encomendou, com o corpo inteiriço em Freijó, braço marfim e escala braúma, tudo padrão Fender e todo o hardware também.

image

Na foto a peça toda ainda “bruta” grosseiramente lixada, ainda rolou muita lixa até deixar no ponto perfeito para começar a trabalhar.

image

Sinceramente gosto muito mesmo das cores e suas infinitas possibilidades, mas como uma amiga disse, “Tudo o que é de madeira, tem que aparecer a madeira”, e sinceramente eu concordo, lógico que varia muito de acordo com a madeira, alguns casos são um verdadeiro crime pintar e esconder tudo. O Feijó é sempre uma madeira muito bonita, na foto somente com seladora, imagina com o verniz.

image

Segue a sequência de fotos da pintura, cor escolhida Daphne Blue, clássica !

image

As fotos foram tiradas lá pelas 6 da matina, um dia nublado de luz baixa para tirar as fotos, mas mesmo assim se vê bem o resultado.

image

O post não termina aqui, o Jonas encomendou também umas peças e assim que estiver tudo pronto eu posto uma foto dela aqui pra galera!