Relic Giannini 80″ “Black One”

Mais uma postagem atrasada por falta de tempo. Vasculhando algumas coisas aqui no PC encontrei aqui algumas fotos de um relic que fiz pra poder postar aqui mas terminou caindo no esquecimento por falta de tempo e agora resolvi compartilhar com vocês.

No mundo das cordas sempre teve gosto pra tudo, até para os instrumentos “acabados” com o tempo de estrada, o que pra alguns como eu acha um charme! Uma batidinha aqui e ali, o calor da estrada o contato físico do corpo com a guitarra, o suor, o tempo de uso, os vícios das escalas, a marca da correia, os tombos, etc. Tudo isso é o que deixa a guitarra cada vez mais bela na minha opinião e faz parte da história da mesma. O Daniel entrou em contato comigo querendo fazer um up na guitarra dele, além do relic instalar uma ponte nova e depois captação custom shop da Fender. Como trilha sonora, matando saudade de uma das bandas que ouvia quando moleque e nem tocava guitarra ainda. Deixe a Terra em Paz do Cólera. Uma das maiores bandas do Punk Rock nacional do final dos anos 70 começo mais um post;

 

Imagem

 

Guitarra chegou assim, é uma Stratosonic do anos 80/90 limpinha e já com um tentativa de um relic feita por ele.

Imagem

 

A ideia inicial seria fazer uma guitarra parecida com a Fender Black One do John Mayer e não uma réplica. Mas que ficasse o mais natural possível sem perder todo o charme que uma guitarra relicada/vintage tem. Como é uma coisa “muito difícil”  relicar uma guitarra e deixa-la o mais natural possível com um visual legal, optei por um removedor de tinta ao invés de lixa e usei as lixas só pra dar um acabamento nas partes deu ficassem “artificiais”.

 

Imagem

 

Resolvi usar uma canetinha qualquer que pudesse sair com pano úmido para poder marcar mais ou menos os limites que podia chegar  na parte da remoção da tinta. Na direita dá pra ver que está escuro como uma madeira bem envelhecida, e na esquerda a madeira ainda bem clarinha. Usei betume da judéia desses que vende por aí em casa de artesanato.  Barato e dá um acabamento bem legal em qualquer madeira !

 

Imagem

 

No braço dei um visual que até eu fiquei encantado e surpreso comigo mesmo hahaha, usei lixas de diferentes tipo de grãos, pra acabamentos mais rasos e mais profundos com o betume.

 

Imagem

 

Na escala não podia deixar de ser diferente ! O que é uma guitarra relic ou vintage sem o braço com o verniz da escala gasto de tanto tocar. Marquei com canetinha os lugares os geralmente são gastos por acordes ou na maioria das vezes os solos e usei a micro retífica para “gastar” o verniz nesses pontos e depois dá-lhe betume em cima !

 

Imagem

 

A ponte usada foi essa da Condor, uma ponte semi flutuante com um “roller” nos carrinhos onde ajuda a ponte não desafinar fácil. Conforme alavancada os carrinhos rolam se movimentando junto com as cordas. Bem legal !

 

Imagem

 

A ponte tem dois pivôs que seguram a ponte ao invés dos 6 parafusos que seguram a ponte fixa permitindo a alavancagem só pra frente, já essa outra os pivôs ficam uns centímetros mais altos permitindo a alavancagem pra ambos os lados. A ponte tem que ser bem colocada pois qualquer cm para os lados pra cima ou pra baixo faz com que a guitarra não afine corretamente, então resolvi marcar as medidas perfeitamente antes de furar onde entraria a “bucha” dos pivôs. na foto mostra um exemplo de como ficaria as cordas sobre braço se caso fosse colocado errado.

 

1909145_827239953959677_965618561_o

 

Detalhes do Headstock depois de algumas lixas e o betume que serve também pra manchar o verniz e a madeira e também foi usado no escudo, pra dar uma envelhecida. Foram colocados trastes novos Fender Medium Vintage e Nut TUSQ. Pra quem não conhece, a Graphtech/TUSQ é a melhor opção no mercado da música se tratando de Nut, saddles, bridge pins, rastilhos, etc. Oferece uma diferença muito grande de som, harmônicos, sustain…

 

tusq_graph1

 

Imagem

Ponte instalada, guitarra relicada e regulada com Ernie Ball Titanium 010, só faltou os captadores que foram colocados algumas semanas depois, ficou faltando o registro. Ta aí, um relic mais natural possível, sem muitos exageros e nenhum pouco artificial!

 

 

 

 

 

Anúncios

2 respostas em “Relic Giannini 80″ “Black One”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s