Luthier e o trabalho autônomo.

O que é o Luthier, ou quem é ? Luthier é o profissional especializado que trabalha na construção e no reparo de instrumentos de corda em geral com caixa de ressonância,ou não, isto inclui o violão, guitarra, contra baixo, violinos, violas, violoncelos, contrabaixos, e todo tipo de instrumentos de cordas, tem aqueles que são especialistas em só um instrumento, assim como eu tenho um gosto maior por guitarras. Luthier é aquele cara que repara e ajsuta seu instrumento conforme as suas exigências, tanto na hora de criar um instrumento para você tanto na hora da regulagem. Muita gente pensa que o o luthier só abaixa as cordas(?), assim como também já fui chamado de afinador de instrumentos, roadie, e a palavra que sempre ouço, marceneiro! Sim, acho uma profissão bem legal conheço pessoas desse meio, a Luthiaria tem um pouco disso, mas luthier é uma coisa e marceneiro é outra.
Apesar de conhecer muitos profissionais do ramo da Luthiaria, digo os que trabalham, vivem disso e insvestem nisso, ainda acho que sejam poucos, justo o fato de sermos profissionais autônomos, trabalhamos por conta própria (alguns não), e o melhor de tudo fazemos o que gostamos, mas isso tem lá seus defeitos e qualidades.
Você simplesmente pega o instrumento,avalia faz o orçamento, faz o serviço, pega o dinheiro, joga no bolso e pronto, muito bom não?! sem impostos, papelada, burocracia, você mesmo faz seu horário de trabalho, permitindo assim ter horários livres para a vida pessoal, ter sempre um dinheiro no bolso, o que permite “amigos” maravilhosos, dá prestígio e status. Isso é bom, mas tem mais desvantagens do que vantagens, na prática as coisas são muito diferentes..
O profissional liberal faz seu próprio horário de trabalho desde que esteja de acordo com o horário do cliente, isso é bom, mas também temos problemas com o INSS e a Receita Federal, sim isso mesmo, imagina você compra um carro mas não pagou nada de imposto de renda e, um dia, aparece uma amável notificação da Receita Federal perguntando como é que um sujeito que não ganha um tostão na vida conseguiu o dinheiro para comprar um carro. Já o INSS, uma poupança forçada que você faz, e pouco a pouco uma aposentadoria, a muito tempo já é possível o profissional autônomo pagar.
Trabalhando informalmente, você dificilmente vai ganhar grande coisa como Luthier, ou não, o investimento é grande, e muita das ferramentas necessárias são caras e visto que atingimos todo os tipo de clientes, a música está em todo lugar!
Também tem os que trabalham como chamado vínculo empregatício, Luthiers que trabalham em parceria com alguma loja, escola de música, estúdios, entre outros, isso pode ser uma grande vantagem, por que também trabalhamos em casa,e tem o lado ruim, eu mesmo uns meses atrás saí de uma loja com a qual trabalhava com serviços de Luthieria. Aparecia serviços regularmente, mas sempre tinhamos problemas, o orçamento não podia ser muito caro e nem muito baixo, era só o cara dizer que estava caro ou conseguia por mais barato que os caras já cobriam o preço, até por que queriam que o cliente saisse satisfeito mas também queriam arrancar o dinheiro deles, leigos então sofriam. Eu fazia o orçamento, ( cada Luthier tem seu preço e quase não se abre o jogo sobre isso ), passava pra eles, e eles viam se estava no “padrão” porcaria da loja, tiravam a notinha e passavam pro cliente, que muitas vezes sem saber foram extorquidos, sim trabalhei numa loja dessas com pessoas assim, isso por que via isso como o único caminho pra fazer o que gosto. Só que fazer o que se gosta nem sempre sai barato, esse lance de quebrar galho, fazer desconto, isso e aquilo muitas vezes aconteceu, mas hoje em dia quem sofre as consequências sou eu. Ferramentas caras, reposição de peças sempre, material descartável aos montes, algumas ferramentas improvisadas, a ocasião faz o ferramenteiro.
Então espero que entendam quando um Luthier te cobrar um preço que talvez pareça mais além do que deveria, eu busco sempre me aperfeiçoar, aprendo todo dia, e busco sempre qualidade no meu serviço. Isso não é biscate, isso não é quebra galho é trabalho e muita paixão envolvida.

Imagem

Na foto: antiga sala onde tudo começou

Anúncios

4 respostas em “Luthier e o trabalho autônomo.

  1. Amigo este serviço é pra quem tem vocação, sou profissional liberal pago tudo como autônomo e pra mim não existe coisa melhor mas tudo é claro depende da sua competência no negócio.
    No meu caso compro instrumentos, revendo, tenho muitas parcerias que me possibilitam trabalhar com o que é mais lucrativo e menos trabalhoso escolho o que me traz maiores lucros e descarto serviços problemáticos.
    Mas apesar de tudo isso existem temporadas em que o serviço some enfim espero ter ajudado um pouco porque quando comecei muita gente me desmotivou inclusive gente da minha própria família colocando até em dúvida minha capacidade.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s